O QUE É HIDROGEL?

02/12/2014 13:16

Hidrogel é a “substância da moda”. Quem diz isso não sou eu, mas os sites de “boa forma”. Trata-se de um produto desenvolvido na Ucrânia que junta poliamida sintética e solução fisiológica, usado para fins estéticos, como preenchimento de rugas. A substância não é recomendada pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica por falta de pesquisa científica que prove se ela é ou não segura. Especialistas alertam que o produto pode causar infecção. 

Essa substância é um “gel usado como preenchedor provisório ou semipermanente”. O produto não pode substituir o botox nem o silicone.

Os perigos são muitos. Há inúmeros relatos de complicações tardias relacionadas ao produto, tanto na face como no corpo,  além de reações no local injetado. É comum ter complicações futuras como nodulações, mesmo anos após a aplicação. O aspecto de uma aplicação mal sucedida é o endurecimento da região.

O hidrogel provoca nos tecidos onde foi injetado uma reação natural do organismo para proteção contra o corpo "estranho". Isso leva ao aumento da formação de colágeno e células de cicatrização, provocando o crescimento do tecido. Por isso, o aumento do volume das regiões. Aos poucos, a reação diminui e o produto é absorvido pelo organismo. Em condições normais, não é preciso retirar o produto.

O Conselho Federal de Medicina indica que apenas pequenas quantidades de preenchedor sejam aplicadas, em qualquer caso. Porém é melhor usar próteses, pois os riscos oferecidos são menores.

Os riscos vão desde um processo de endurecimento dos tecidos, com formação de nódulos, passando por infecção. O paciente também pode ter problemas circulatórios por compressão dos vasos sanguíneos, deixando a perna inchada. Também pode haver embolia pulmonar e infecção generalizada.

Para a aplicação de qualquer tipo de preenchimento, três aspectos básicos precisam ser observados. 

  1. O primeiro é a origem do produto - Peça ao médico para ver a embalagem, o prazo de validade, a autorização da Anvisa. 
  2. O segundo é o local - O ambiente é adequado? Quais as condições do lugar? De maneira nenhuma o hidrogel deve ser aplicado em estéticas ou salões de beleza, por exemplo.
  3. O terceiro é o profissional -  Verifique se o médico está ligado à Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica ou à Sociedade Brasileira de Dermatologia.